maio 23, 2018

O que são canabinoides e quais são os seus benefícios?

ação no corpo
9 min de leitura

Em 1963, o bioquímico israelense Raphael Mechoulam conseguiu isolar alguns dos componentes da cannabis: o CBD e o THC. Depois, ele fez uma curiosa experiência: serviu um bolo para um grupo de amigos. Para uma metade, ele serviu um bolo comum, para a outra, um bolo com o THC. Naquela noite apenas os que comeram o bolo com THC apresentaram os efeitos típicos da cannabis: olhos avermelhados, fome, sensação de dilatação do tempo, euforia, risos espontâneos, etc. Na noite seguinte, ele fez o teste colocando o CBD no lugar do THC. E nada aconteceu aos convidados. Foi assim que os primeiros canabinoides e seus efeitos foram descobertos e a partir de agora você descobrirá o que são canabinoides e seus benefícios no tratamento de diferentes doenças e sintomas.

O que são os canabinoides?

Podemos imaginar a cannabis como uma casa que possui vários blocos em sua construção. Cada um deles são as diferentes substâncias que a constituem.

Alguns desses blocos são chamados de terpenos, outros de flavonoides, mas hoje falaremos sobre blocos específicos encontrados na construção dessa planta: os canabinoides.

Eles são mais de 100 e os responsáveis pelos efeitos terapêuticos da planta!

Cada tipo e cepa de cannabis possui concentrações diferentes de canabinoides. Em algumas você pode encontrar mais CBD, menos THC e vice-versa. São essas as diferenças que fazem com que uma planta produza um efeito diferente ou até mesmo oposto da outra.

Os canabinoides oferecem eficácia médica em seres humanos por conta de sua semelhança com substâncias que o nosso organismo produz, e por se ligarem aos mesmos receptores que elas, localizados no cérebro e no corpo.

Utilizados com sucesso no tratamento de condições como câncer e convulsões; e em sintomas como inflamações e dores, os canabinoides trazem uma nova perspectiva aos fármacos existentes.

A capacidade única de comunicarem-se naturalmente com o organismo, faz com que os canabinoides sejam um medicamento promissor para os seres humanos.

Conheça agora alguns canabinoides e seus potenciais efeitos terapêuticos.

THC

Tetrahidrocanabinol, ou THC, é o canabinoide mais conhecido da cannabis. Ele se liga principalmente aos receptores encontrados no cérebro e reduz ou até mesmo elimina a dor, a náusea e o estresse. Além de ajudar a estimular o apetite e combater a insônia.

CBD

Canabidiol, ou CBD, é o canabinoide famoso por reduzir as crises convulsivas da epilepsia e os espasmos da esclerose múltipla. Ele é mais frequentemente recomendado para crianças, idosos e outros pacientes por não oferecer efeitos psicoativos.

 

CBN

Canabinol, ou CBN, é um componente ligeiramente psicoativo encontrado na cannabis. Ele pode ser usado efetivamente como um auxiliar do sono ou um sedativo. Este canabinoide também ajuda a regular o sistema imunológico, reduzir a pressão intraocular provocada pelo glaucoma e aliviar a dor e as inflamações causadas por várias condições, incluindo a artrite e a doença de Crohn.

 

CBG

Canabigerol, ou CBG, é um canabinoide não psicoativo tipicamente abundante em plantas com baixo teor de THC.

Assim como o THC, o CBG reage com os receptores canabinoides do cérebro. No entanto, ele atua como um amortecedor para a psico-atividade do THC.

 

CBC

Canabichromene, ou CBC, é um canabinoide poderoso e não psicoativo. Assim como o THC e o CBD, ele mostrou incentivar a viabilidade do desenvolvimento de células cerebrais em um processo conhecido como neurogênese. O CBC desempenha um papel significativo nas capacidades anticancerígenas e antitumorais da cannabis.

Combate também a inflamação, mas sem ativar nenhum dos receptores endocanabinoides do organismo. Por esta razão, os poderes de cura da CBC aumentam significativamente quando combinados com outros canabinoides, como THC ou CBD (que ativam os receptores endocanabinoides em todo o corpo).

THCA

O ácido tetrahidrocanabinólico (THCA) é o canabinoide não-psicoativo mais abundante encontrado na cannabis. Os benefícios para a saúde fornecidos pelo THCA são mais bem absorvidos pelo corpo através de um método de consumo bruto, como o suco de cannabis. Ele pode ajudar a estimular o apetite em pacientes que sofrem de caquexia e anorexia nervosa. De forma impressionante, pesquisas demostraram que o THCA também ajuda a diminuir a proliferação de células cancerosas.

 

CBDV

Canabidivarina (CBDV) é um canabinoide não psicoativo. É encontrado mais abundantemente em plantas indicas.

Como o CBD, o CBDV reduz significativamente a frequência e gravidade das convulsões. Além disso, é benéfico no tratamento de distúrbios da dor e do humor.

 

CBDA

O ácido canabidiólico (CBDA) é um canabinoide não psicoativo. CBDA atua como um antiproliferativo, o que significa que evita a disseminação de células cancerígenas. De modo mais exclusivo, o CBDA retarda o crescimento de bactérias, por isso é benéfico no tratamento de condições como HIV / AIDS e doença de Crohn, onde o corpo é mais suscetível a infecções bacterianas.

 

THCV

Tetrahydrocannabivarin, ou THCV, é um canabinoide psicoativo encontrado mais prevalente em estirpes sativas da planta cannabis. Sabe-se que produz um sentimento de euforia mais motivado, alerta e energético. Por esse motivo, muitas vezes é recomendado durante o dia ou em qualquer momento em que a funcionalidade seja importante.

Ao contrário do THC, o THCV trabalha para suprimir o apetite, por isso não é recomendado para pacientes que sofrem de caquexia ou anorexia nervosa.

Gostou do artigo?
Avalie:
Média de votos
Loading...